Câmara Municipal da Praia da Vitória
  



  Contactos

Município da Praia da Vitória
295 540 200

Auditório do Ramo Grande
295 545 700

Marina da Praia da Vitória
295 540 219

Gabinete do Desporto
915 772 393

Biblioteca Silvestre Ribeiro
295 542 119

Praia Ambiente, EM
295 545 530

Cooperativa Praia Cultural
295 545 700

Academia de Juventude da Ilha Terceira
295 545 700 (01, 02, 03)

Vitória Local
295 513 512

Gabinete de Turismo
295 540 106

  Noticias





Outono Vivo 2018 apresentado, Câmara Municipal da Praia da Vitória orgulha-se de promover “o maior festival da época baixa dos Açores”

Cerca de 50 mil livros, conferências várias, espetáculos de teatro e música, cinema, 17 dias. Está apresentada a edição 2018 do “Outono Vivo”, festival literário, feira do livro e um dos principais cartazes turísticos culturais dos Açores, que decorrerá entre 26 de outubro e 11 de novembro próximos, no Auditório do Ramo Grande e na Academia de Juventude e das Artes, na Praia da Vitória.

Tibério Dinis, Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, destacou, esta quarta-feira, em conferência de imprensa, nos Paços do Concelho, “o orgulho por organizar o maior festival de época baixa dos Açores” e traçou “o objetivo estratégico” da Autarquia que passa por colocar o “Outono Vivo” como “um produto de atração turística” para o Concelho e para a Ilha.

Para tal é preciso “credibilizar” e assegurar “a sustentabilidade” do certame: “A Câmara Municipal da Praia da Vitória orgulha-se de organizar dois dos maiores festivais dos Açores: o maior festival de verão – as Festas da Praia – e o maior festival da época baixa – o Outono Vivo, evento que já se consolidou claramente como a maior feira do livro dos Açores, que com o forte protagonismo da parceria que se mantém com a Papelaria 96 (na componente comercial e logística da feira do livro), apresenta uma das melhores feiras do livro do País”, disse.

O Presidente do Município sustenta que a credibilização e a sustentabilidade garantem-se também pelo orçamento do evento que, tendo a envergadura cultural e artística que tem, representa um investimento concelhio de 25 mil euros.

Da valorização do trabalho realizado até hoje é preciso agora evoluir para a concretização do que Tibério Dinis designou por “questão estratégica”, ou seja, o futuro do certame: “O Outono Vivo pode e deve evoluir para que seja um atrativo turístico para a chamada época baixa. Consolidando a componente de festival literário, com nomes de escritores, atores e artistas de renome, conseguiremos colocar, no futuro, o Outono Vivo, de per si, a ser um atrativo turístico”.

Para além da Papelaria 96, o Autarca deixou uma palavra de reconhecimento e agradecimento “um dos maiores escritor Açorianos da atualidade, Joel Neto”, que é também parceiro na organização, “protagonizando sempre uma mesa redonda que trás à Praia da Vitória nomes de referência nacional” ao nível da escrita.

Livros, teatro, cinema, música, tertúlias…

Feitas as considerações gerais, o Vice-presidente a Câmara Municipal, Carlos Armando Costa, destacou os principais atrativos do cartaz do festival. Da Feira do Livro, “expoente máximo do Outono Vivo”, disse, saltarão à vista várias apresentações de livros “de nomes conceituados da literatura nacional”: Maria João Fialho Gouveia (filha do conhecido apresentador de televisão Fialho Gouveia) apresentará o seu mais recente livro – “Os Távoras – Entre a Virtude e o Pecado”, da editora Bertrand; Raúl Minh´alma, trará à Praia da Vitória os livros “Larga Quem não te Agarra” e “Todos os dias São Para Sempre”; Ana Sofia Fonseca apresentará um livro sobre vinhos, que será acompanhado pela exibição do filme “Setembro, a vida inteira” que retrata a atividade vitivinícola na Região Demarcada do Douro; destaque ainda para a apresentação de livros infantis, de culinária, crónicas e a apresentação de um livro do conhecido ator Ruy de Carvalho, “O Amor é Isto”. A participação de um dos maiores atores portugueses não se fica, no entanto, por aqui, estando prevista a exibição da peça “Trovas & Canções – Atores, Poetas e Cantores”, um espetáculo de homenagem à língua, literatura, escritores, cantores e poetas portugueses, que fará subir ao palco do Auditório do Ramo Grande nomes como o de Ruy de Carvalho, João de Carvalho, Ricardo Gama, João Correia, Adelaide Sofia e Miguel Oliveira.

Na vertente dos espetáculos, Carlos Armando Costa destacou ainda a atuação da Orquestra AngraJazz (na sessão de abertura do Outono Vivo 2018) e do pianista André Gomes; destacou ainda um concerto que será levado a cabo Orfeão da Praia; um concerto de guitarra de Silvestre Fonseca (“Outonalidades da guitarra”) que acontecerá no âmbito de uma parceria estabelecida com a Direção Regional da Cultura; o concerto de apresentação do novo disco da fadista natural da Praia da Vitória, Vera Brasil; o concerto de música clássica do Quarteto Lopes-Graça; um concerto da Filarmónica União Praiense, no Dia Mundial do Cinema, com temas clássicos da tela da sétima arte; um espetáculo local intitulado “A Noite de Vitorino”, que juntará todos os alunos e professores da Escola Secundária Vitorino Nemésio; a apresentação de um novo CD de Luís Gil Bettencourt que está a musicar alguns poemas de Vitorino Nemésio e que tocará com a viola do próprio escritor e, para finalizar, o concerto de um grupo novo em Portugal, os “Senza”, que misturam sonoridades portuguesas, cabo-verdianas e brasileiras.

Na arte de Molière, destaque para várias peças de teatro infantil (pelo Grupo “Teatro do Longe”), para a exibição do “Alpendre – Grupo de Teatro”, para a performance do livro “A Grãozinho de Arroz” de Flávia Medeiros e para “A Visita de Pedro Giestas”.

No âmbito das conferências e tertúlias, o Vice-presidente da edilidade destacou a mesa redonda organizada pelo escritor Joel Neto, que trará até à Praia da Vitória nomes como Ana Margarida de Carvalho, Rodrigo Guedes de Carvalho, João Pinto Coelho, Vamberto Freitas, José Mário Silva e Luís Corredoura.

Para além disso, uma novidade este ano: conferências sobre temáticas de índole local e/ou regional, como a que será ministrada pelo historiador Francisco Miguel Nogueira sobre a presença da Base das Lajes e a influência social na população do Ramo Grande; ou a Origem das Cantigas ao Desafio e a sua Evolução, pelo conceituado cantador e estudioso da sua arte, José Eliseu; outra ainda sobre a Origem e Evolução das Festas do Espírito Santo nos Açores; ou, por fim, a alocução do Dr. Maduro Dias relativa à influência do sismo de 80 na sociedade da ilha Terceira.

Uma nota também para a presença do psiquiatra e escritor Daniel Sampaio, no âmbito do projeto “Conversas às 8”, iniciativa que nasceu no Outono Vivo do ano passado que se tem vindo a realizar mensalmente na Praia da Vitória, desta feita sobre o tema “Os Amigos do Imaginário”.

Nota final, na programação para o cinema, com Carlos Armando Costa a salientar a exibição do filme “Al Berto”, de Vicente Alves do Ó, no âmbito da II Temporada do Ciclo “O Outro Lado do Cinema”, uma parceria iniciada este ano entre a Autarquia praiense e o Cine Clube da Ilha Terceira e a projeção na tela do Auditório do Ramo Grande do recente filme “O Primeiro Homem na Lua”, para além de várias exibições para o público infanto-juvenil.

“A maior Feira do Livro dos Açores”

Uma nota ainda para a grandeza dos números que confirmam a firmeza da afirmação de que a feira do livro do Outono Vivo é “a maior feira do livro dos Açores”. Carlos Lima, proprietário da Papelaria 96, empresa da Praia da Vitória que se assume como principal parceiro da organização do festival, apontou: “vamos ter cerca de 50 mil livros, uma média de 20 mil títulos, de 30 grupos editoriais, destacando-se as estreias da editora Alfaguara e da Fundação Francisco Manuel dos Santos”.

Carlos Lima afirmou ainda que procura pela Feira do Livro tem sido restrita pela limitação do espaço, uma vez que “temos bastante adesão de todas as editoras e tivéssemos mais espaço conseguiríamos introduzir mais editoras que, cada vez mais, se oferecem para cá vir”.

Referência final para os descontos dos livros que estarão à venda nesta feira. Segundo o proprietário da Papelaria 96, “a feira terá descontos de 20% na maioria dos livros. Alguns livros o desconto poderá chegar aos 35%”.

Gabinete de Comunicação.

Noticia publicada na Quarta-Feira, dia 03 de Outubro de 2018



  Audio

This text will be replaced

  Outras Fotos




Câmara Municipal da Praia da Vitória
Praça Francisco Ornelas da Câmara | 9760-851 Praia da Vitória
Telefone 295 540 200 | Fax 295 540 210 | E-mail geral@cmpv.pt

Portal desenvolvido por Gabinete de Comunicação