Câmara Municipal da Praia da Vitória
  



  Contactos

Município da Praia da Vitória
295 540 200

Auditório do Ramo Grande
295 545 700

Marina da Praia da Vitória
295 540 219

Gabinete do Desporto
915 772 393

Biblioteca Silvestre Ribeiro
295 542 119

Praia Ambiente, EM
295 545 530

Cooperativa Praia Cultural
295 545 700

Academia de Juventude da Ilha Terceira
295 545 700 (01, 02, 03)

Vitória Local
295 513 512

Gabinete de Turismo
295 540 106

  Noticias





Sessão de abertura do seminário “Zonas Húmidas para um Futuro Urbano Sustentável”, “A valorização do património ambiental é estruturante para garantirmos um futuro de qualidade à nossa população”, defende Tibério Dinis

A preservação do meio ambiente é fundamental para reforçar a qualidade de vida da comunidade, assegurando o futuro das novas gerações. A ideia foi veiculada pelo presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, no âmbito da sessão de abertura do seminário “Zonas Húmidas para um Futuro Urbano Sustentável”, que teve lugar na Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira, na manhã de sexta-feira, 02.

“O Município definiu, há mais de uma década, a qualidade ambiental do território como uma prioridade estratégica, a fim de reforçar a qualidade de vida de todos os munícipes. Neste sentido, temos apostado na concretização de ações que contribuam para a conservação da natureza, sensibilizando toda a comunidade para a importância desta temática”, referiu Tibério Dinis.

“A recuperação do paul da Praia da Vitória, assim como o trabalho desenvolvido no paul da Pedreira e o projeto em curso no paul do Belo Jardim têm demonstrado o esforço da nossa Autarquia em promover as zonas húmidas do Concelho junto da população local e de quem nos visita”, disse.

“O paul da Praia da Vitória, que outrora constituía um depósito de entulho, foi transformado num local aprazível, permitindo a convivência harmónica entre a natureza e o ser humano. Trata-se de um trabalho muito gratificante e que deve orgulhar todos os praienses”, evidenciou.

O autarca fez também referência ao Centro de Interpretação Ambiental criado no paul da Pedreira, salientando a importância do turismo ornitológico.

“No paul da Pedreira, a observação de aves pode ser praticada com qualidade e respeito pela natureza. Este local acolhe diversas espécies migratórias raras, oriundas dos continentes europeu e americano, o que desperta o interesse dos amantes de birdwatching. Deste modo, o turismo ornitológico revela-se um setor crucial ao desenvolvimento económico do nosso Concelho, devendo por isso ser potenciado”, enfatizou.

Durante o evento, o edil agradeceu ainda ao Governo Regional dos Açores pelo apoio na recuperação e salvaguarda da Infraestrutura Verde Húmida Costeira da Praia da Vitória.

“Para terminar, gostaria de frisar a relevância deste encontro, pois creio que através do conhecimento conseguiremos fazer mais e melhor. Iremos continuar a promover esta iniciativa, incentivando a partilha de opiniões e experiências, sempre com o grande objetivo de valorizar e salvaguardar o nosso património ambiental”, concluiu.

Segundo Marco Lopes, gerente do grupo Bensaude “é importante ressalvar que a convivência entre a área industrial e a área ambiental é possível, graças ao esforço de todos os envolvidos”.

“Não poderia deixar de referenciar também o trabalho desenvolvido no âmbito do projeto LIFE CWR, que contribui significativamente para mitigar os impactos do Terminal. Espero que este seminário seja profícuo e que dele resultem novas ideias e soluções para continuarmos a promover a sustentabilidade ambiental”, acrescentou.

Após a sessão de abertura, decorreram as intervenções de Frias Martins, que deu a conhecer a perspetiva global da temática do seminário; João Porteiro, que abordou a perspetiva da Convenção Ramsar; e Paula Ramos, que falou acerca da perspetiva autárquica.

Mais tarde, a equipa do projeto LIFE CWR apresentou os resultados preliminares na perspetiva ecológica e Ana Rodrigues revelou os resultados preliminares na perspetiva socioeconómica.

José Azevedo abordou o tema “Enguia Europeia – Importância das Zonas Húmidas dos Açores para a Conservação de uma Espécie Ameaçada”, seguindo-se a apresentação da análise qualitativa da água da Infraestrutura Verde Húmida Costeira da Praia da Vitória, por César Pimentel. Carla Silva explicou o papel da Direção Regional do Ambiente na Sustentabilidade das Zonas Húmidas dos Açores, enquanto a intervenção de Francisco Maduro-Dias foi subordinada à temática “Os Pauis da Praia para Além do Horizonte”. A sessão de encerramento decorreu às 16h00.

O evento, que teve início no passado dia 01, culmina com uma incursão interpretativa à zona húmida das Furnas do Enxofre, este sábado, 03.

Gabinete de Comunicação.

Noticia publicada na Segunda-Feira, dia 05 de Fevereiro de 2018



  Outras Fotos




Câmara Municipal da Praia da Vitória
Praça Francisco Ornelas da Câmara | 9760-851 Praia da Vitória
Telefone 295 540 200 | Fax 295 540 210 | E-mail geral@cmpv.pt

Portal desenvolvido por Gabinete de Comunicação